Segurança De Dados - Boas Práticas

7 práticas para aumentar a segurança de dados na sua empresa

A segurança de dados de uma empresa é uma demanda que requer atenção e trabalho frequente em práticas que garantam a integridade de informações importantes. Manter um nível de segurança satisfatório também depende de todos os colaboradores envolvidos nos processos diários de trabalho.

Tecnologia e boas práticas visando a segurança devem estar juntas e à disposição da empresa. A união desses fatores é a garantia de proteção de dados e informações necessária.

Neste post você confere 7 dicas importantes para manter os sistemas seguros de qualquer tipo de ameaça. Confira!

 

1. Controle o acesso à internet

Quanto mais objetivo for o acesso do funcionário à internet, maior será a segurança de dados. É fundamental realizar um controle de acesso a sites e conteúdos que possam apresentar riscos de invasão. Se não é parte importante do trabalho daquele colaborador ou do seu departamento, então é melhor que ele não tenha acesso.

O mais recomendado é fazer permissões específicas para diferentes áreas da empresa, de acordo com suas necessidades do cotidiano de trabalho. Ainda que seja um método restritivo, é fundamental para manter a segurança. Ao realizar esse controle, explique o motivo pelo qual ele está sendo aplicado.

 

2. Aplique sistemas de senhas de acesso

Por mais que seja um recurso primário e muito utilizado, é sempre importante reforçar a necessidade das senhas de acesso. Seja para logar nas máquinas ou para acessar a rede, as senhas são fundamentais para identificar que aquela pessoa está autorizada a realizar o processo que está pretendendo.

Essa senha pode se estender, por exemplo, ao acesso de pastas na rede da empresa. Quando se trabalha com informações confidenciais e que poucos colaboradores devem ter acesso, esse recurso é fundamental.

Dessa forma, crie hierarquias de usuários (com diferentes níveis de permissão) por meio das suas senhas, sempre se atentando às necessidades que cada um deles tem de acessar determinados arquivos para a execução de suas demandas.

Além de manter o controle de senhas para a segurança de dados, também deve ser obrigatória a atualização da mesma periodicamente. Esse é um importante recurso e não pode ser ignorado.

 

3. Conscientize os colaboradores sobre a segurança de dados

Para que novos métodos e práticas sejam implementados com sucesso dentro de uma empresa, é necessário contar com o engajamento dos colaboradores. Se eles conseguem entender a necessidade de algo, é muito mais fácil se adaptarem e realmente praticarem o que está sendo pedido deles. É imprescindível fazer isso quando se trata da segurança de dados.

As campanhas de conscientização devem ser bastante claras quanto aos riscos que práticas pouco cuidadosas e atitudes negligentes no dia a dia de trabalho podem oferecer. Sistemas de segurança e tecnologias avançadas nunca serão totalmente efetivas se quem está à frente do computador não segue práticas adequadas.

 

4. Faça backups regularmente

Os backups são uma prática fundamental para a segurança de dados. Muitos vírus podem não ser propriamente ciberataques, causando apenas prejuízos técnicos nos computadores — e isso pode ocasionar na perda de dados relevantes e imprescindíveis para o trabalho da empresa.

Quando há uma prática regular de backups, dados importantes constantemente estão sendo salvos em locais seguros e à parte das principais máquinas da empresa. Assim, se algo acontecer a elas, essas informações estarão devidamente guardadas e prontas para serem usadas.

Cada empresa tem um volume de geração de dados diferente, então isso deve ser pensado na hora de definir uma regularidade na execução de backups. Se muita coisa é gerada diariamente, esse backup deve ser feito mais vezes. Se não há tanta rotatividade, a frequência pode diminuir sem que isso implique em perdas.

 

5. Vá além dos antivírus e firewalls

Os antivírus e firewalls são algumas das opções mais primárias no que diz respeito à proteção. Quando se pensa em uma proposta corporativa, com muitos computadores, usuários e dados envolvidos, é importante ir além dessas soluções básicas.

O firewall, por exemplo, tem sua atuação muito limitada, sendo facilmente ultrapassado por tentativas de ataque por meio de arquivos e links enviados por e-mails. Atualmente, ele é a porta de entrada dos mais perigosos e atuais tipos de vírus e outros tipos de arquivos maliciosos.

Sistemas específicos para filtragem de e-mails, conhecidos como Sistemas Antispam, são uma forma eficaz de combater estes tipos de ameaça. Neste caso é importante que a solução adotada seja capaz de filtrar tanto os e-mails recebidos pela empresa quanto os enviados, evitando também que um usuário infectado acabe disseminando vírus e outras ameaças utilizando o domínio da empresa.

É interessante que esses recursos sejam usados, mas é importante ter a consciência de suas limitações diante das ameaças que uma empresa se expõe. É importante buscar outros mecanismos de defesa, além da conscientização dos colaboradores sobre boas práticas.

 

6. Controle procedimentos de manutenção

Frequentemente serão necessários procedimentos de manutenção nos equipamentos das empresas. Computadores, redes e periféricos, como impressoras, podem necessitar de reparos, e se esse momento não for acompanhado de perto, pode representar exposição aos dados da empresa.

Muitas vezes esse tipo de trabalho é feito por empresas terceirizadas. Ao escolher esse tipo de serviço, é importante prezar por prestadores de confiança, com boas recomendações no mercado. Além disso, o funcionário que vai até a empresa realizar a manutenção deve ser acompanhado de perto.

O ideal é que um profissional do setor de T.I. supervisione todo o trabalho, usando suas próprias permissões do sistema, se necessário, para que o profissional prestador de serviço consiga realizar seus trabalhos de reparos.

 

7. Realize auditorias de segurança regularmente

As auditorias de segurança são procedimentos regulares que devem ser feitos como uma forma de analisar se todos os procedimentos aplicados são realmente efetivos. Durante as auditorias, práticas e soluções aplicadas ao dia a dia devem ser testadas e verificadas para confirmar se respondem bem às necessidades da empresa.

A auditoria é um momento muito importante para detectar se há algum tipo de falha na segurança ou inconformidade de acordo com os padrões definidos como os ideais para a empresa. É nesse momento que qualquer mudança deve ser realizada — sem que isso prejudique o cotidiano da empresa.

A segurança de dados é uma demanda fundamental e que deve ser aplicada a toda empresa que têm acesso constante à internet e precisa de sigilo e proteção máxima para dados estratégicos e informações importantes.

Gostou de saber um pouco mais sobre as práticas para aumentar a segurança de dados na sua empresa? Então siga-nos nas redes sociais e fique por dentro de outros conteúdos como este! Estamos no LinkedIn, no Twitter e no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *